Muralha de anticorpos

Na manhã de ontem, minha esposa acordou, foi até a prateleira e pegou o livro A arte da Felicidae com entrevistas do Dalai Lama e me entregou dizendo para você ler. Abri o livro aleatoriamente. Era a página 142 que fala do anticorpo produzido pela compaixão nos sistema respiratório. Não acreditei, aquela mensagem era direta para mim que não havia dormido direito pensando sobre os perigos que estava correndo ao trabalhar como voluntário nessa pandemia.

Vou transcrever o trecho: “Nos últimos anos, houve muitos estudos que corroboraram a ideia de que o desenvolvimento da compaixão e do altruísmo tem um impacto positivo sobre a nossa saúde física e emocional.” O autor. Howard Outler,  segue contando um experimento bem conhecido de David McClelland, um psicólogo da Harvard University que reuniu um grupo de alunos para ver um filme de Madre Tereza trabalhando entre os pobres e os doentes. Após assistirem, os alunos disseram que o filme estimulou sua compaixão. “Depois o pesquisador analisou as saliva dos alunos e descobriu um aumento na imunoglobulina-A um anticorpo que pode ajudar a combater infecções respiratórias”.

Fiquei pensando, se aqueles alunos que apenas viram um filme e sentiram compaixão aumentaram o tal do anticorpo, imagina quem atua como voluntário agindo diretamente com os necessitados… deve-se erguer uma muralha de proteção. Não quero dizer que o voluntário não deve se proteger, que virar super-herói. Apenas que a compaixão traz benefícios e um deles, provado cientificamente é a produção de um anticorpo que ajuda a combater infecções respiratórias.

E não é justamente o sistema respiratório atingido por esse novo coronavirus? Será que não está ai uma mensagem nos mostrando que a salvação da humanidade está na compaixão?

Na vida nada é por acaso, não foi por acaso que recebi e abri o livro nessa página. Não é por acaso que estamos tendo essa pandemia global. Não é por acaso que milhares de pessoas estão recebendo o chamado para ajudar e estão aceitando.

Esse texto é uma homenagem a todos os voluntários que com coragem estão ajudando os necessitados em todo o planeta. Que sua compaixão construa uma muralha de anticorpos em seu corpo!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta